sexta-feira, 3 de maio de 2013

Filho de dono de supermercado em Gurupi é preso em Goiânia por uso de documentos falsos

"Já detido, ele ofereceu uma quantia em dinheiro para ser liberado", disse policial.

Giro Policial

Foto: Atitude Tocantins
Um estudante universitário de 36 anos foi preso em flagrante, na tarde desta quinta-feira (2/5), após tentar abrir uma conta em uma agência dos Correios usando documentos pessoais falsos. O fato aconteceu na agência localizada na 5ª Avenida, Setor Leste Vila Nova, Goiânia. Na tentativa de ser liberado após o flagrante, Giancarlos Rosa Messias teria oferecido R$ 1,5 mil aos policiais.

De acordo com o aspirante Renyson Castanheira, responsável pela ocorrência, a polícia foi acionada pelo gerente da agência, que desconfiou de Giancarlos.
"O homem, que é estudante de Direito e cursa o oitavo período, tentou abrir uma conta usando documentos falsos. Quando a polícia chegou, ele tentou fugir mas acabou preso", afirma. "Já detido, ele ofereceu uma quantia em dinheiro para ser liberado. Nossa equipe fingiu aceitar o valor e, quando ele entregou o dinheiro, foi preso. Toda a ação foi filmada discretamente por um membro da nossa equipe", completa.

Ainda de acordo com a polícia, a ideia de Giancarlos era fazer empréstimos após a abertura da conta na agência dos Correios. O serviço é disponibilizado graças a uma parceria dos Correios com o Banco do Brasil, iniciada em 2012.

O caso foi registrado no 9º Distrito Policial (DP) da capital, no Setor Leste Universitário, também na capital. "Ele foi autuado por corrupção ativa e uso de documento falso."

Informações de Adriana Marinelli, Portal aredacao.com.br

Veja a reportagem feita pela Band TV Goiânia:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar vá até a opção, "Comentar como", "Nome/URL" e coloque seu nome e Email. Atenção, não serão permitidos comentários ofensivos. Obrigado.